Ary, O Poeta das Canções

Em Digressão desde 2009, um conjunto de jovens e consagrados músicos portugueses cantam e tocam Desfolhada Portuguesa, Canção de Madrugar, Cavalo à Solta, Tourada, Estrela da Tarde, Um Homem na Cidade, O Cacilheiro, O Homem das Castanhas, Lisboa Menina e Moça, Os Putos, Tango Ribeirinho, Retalhos da Vida de um Médico, entre tantas outras.

São 18 Canções clássicas da música ligeira portuguesa rearranjadas com recurso à música clássica, ao jazz, à world music, ao novo fado e ao novo teatro musical num esforço de inovação e contemporaneidade.

À música junta-se dança (clássica e contemporânea) e multimédia.

Prestam o tributo:

  • Joaquim Lourenço, Voz
  • João Guerra Madeira, Piano e Fender Rhodes
  • João Ricardo Almeida, Contrabaixo
  • Tiago Ramos, Bateria e Percussões
  • Nanã Sousa Dias, Saxofones e Flauta
  • Pedro Amendoeira, Guitarra Portuguesa
  • Catarina Gonçalves, Dança
  • Filipe Trigo e Renato Grilo, Multimedia

Ary, O Poeta das Canções tem recebido aplauso unanime de público e crítica, sendo cada vez mais óbvia a actualidade de uma Obra escrita há mais de 40 anos.

A 17 de março último, foi editado no mercado nacional um CD, resultado desta extensa Digressão nacional.